“A conversa não tem dono”

Por Paulo Bracarense Não há equívoco ou desvio identitário quando, no mês da consciência negra, se reforçam as palavras de ordem em torno do tema “vidas negras importam”, espalhadas pelo mundo a partir das lutas da população afrodescendente dos Estados Unidos da América.  É claro que todas as vidas importam, mas a conclamação não diz…